21 de agosto de 2017

A IGREJA DO SENHOR

PARE E PENSE!!!

“A IGREJA DO SENHOR”

O Propósito deste estudo é trazer ao entendimento do leitor; Quando começou a Igreja do Senhor? Antes da cruz os lugares que o povo se reunia, era conhecido como sinagogas. Também veremos; com a morte e ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo, quais os rudimentos se cumpriram, e por conseqüência foram removidos do nosso meio.

A IGREJA COMEÇA COM O DERRAMAMENTO
DO SANGUE DO SENHOR

Os versos a seguir têm a Jesus de Nazaré em meio a seus discípulos, celebrando “a ultima ceia” (Guardem esta observação; foi a ultima). Neste ato ele anuncia que findava seu ministério terreno, e após a sua morte se estabeleceria um novo pacto. Ou seja; tudo o que veio a fazer estava prestes a se cumprir. (A destruição do diabo, o cumprimento da lei e aniquilação do pecado).

Porque isto é o meu sangue, “o sangue do novo pacto”, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados. E digo-vos que, desde agora, não beberei deste fruto da vide, até aquele dia em que o beba novo convosco no reino de meu Pai. MATEUS. 26: 28-29.

O Novo Pacto foi escrito e confirmado com derramamento de sangue, simbolizando um sacrifício perpetuo. Neste momento começaria a verdadeira igreja de Cristo, antes de sua morte não houve cristianismo, Jesus era judeu e como tal, cumpriu todas as ordenanças judaicas, a Lei de Moisés.

Semelhantemente, tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este cálice é “o novo testamento” no meu sangue, que é derramado por vós. LUCAS. 22: 20.

A IGREJA NO EVANGELHO

Após a morte, ressurreição e ascensão de Cristo, ficou claro que seus apóstolos não entenderam nada do que ele fez. Pedro em seu primeiro discurso joga todo o peso desta morte, sobre os ombros da igreja.

A este que vos foi entregue pelo determinado conselho e presciência de Deus, prendestes, crucificastes e matastes pelas mãos de injustos; ATOS. 2: 23.

Isso é uma grande mentira, pois Jesus declarou entre eles; Eu vou me entregar e tenho o poder de tornar a viver.

Por isto o Pai me ama, porque dou a minha vida para tornar a tomá-la. “Ninguém me a tira de mim”, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a tomá-la. Este mandamento recebi de meu Pai. JOÃO. 10: 17. 18.

Cristo veio para isso, o propósito de seu ministério era esse; ir à cruz. Atente bem a quem Jesus chamou de satanás, quando esse tenta persuadi-lo a não se sacrificar.

Desde então começou Jesus a mostrar aos seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muitas coisas dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro dia. E “Pedro”, tomando-o de parte, começou a “repreendê-lo”, dizendo: Senhor, tem compaixão de ti; de modo nenhum te acontecerá isso. Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: “Para trás de mim, Satanás”, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens. MATEUS. 16: 21 – 23.

Você crê que a igreja, começou com Pedro e seus companheiros? A então chamada igreja primitiva é a instituição da igreja do Senhor? Ledo engano, ali o que se viu foi à continuidade do legado Judaico de Jesus de Nazaré.

Cristianismo só começa com Paulo, vinte e seis anos depois da morte de Cristo.

Paulo quando aparece no cenário, estabelecido pelos apóstolos, encontra a igreja metida em praticas judaicas, e cheias de rudimentos. Sua pregação é totalmente diferente, ele traz uma linguagem muito particular que o distingue dos demais.

E partiu Barnabé para Tarso, a buscar Saulo; e, achando-o, o conduziu para Antioquia. E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja, e ensinaram muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos. ATOS. 11: 25,26.

Neste relato está descrita a divisão, entre o que pregava Paulo dos demais. Em sua carta aos Hebreus, ele apresenta a verdadeira igreja de Cristo.

A CIDADE DO DEUS VIVO

Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos; À universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados; E a Jesus, o Mediador de uma nova aliança, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel. HEBREUS. 12: 22-24.

Aqui está à igreja do Senhor, sua igreja não é quatro paredes, sua igreja, são espíritos justos feitos perfeitos. Se você for a um lugar, onde te apresentam como um pecador, te oferecem continuamente o inferno e lhe aterrorizam com a presença do diabo, isso não é igreja, mas sim uma sinagoga judaica, com fachada de cristianismo.

PASTOR DAS OVELHAS, PELO SANGUE DO PACTO ETERNO

Pastor pastoreia, não maltrata, não condena, não acusa, não defrauda. Um homem com um microfone nas mãos, ditando regras, doutrinas de homens, criando estatutos, para dirigir a igreja do senhor, não pode ter o titulo de pastor. Cristo deu a vida por sua igreja, e neste ato ela a isentou de toda culpa. Ele é o nosso único e eterno pastor!

Ora, o Deus de paz, que pelo sangue da aliança eterna tornou a trazer dos mortos a nosso Senhor Jesus Cristo, grande pastor das ovelhas. HEBREUS. 13: 20.

RECEBENDO UM REINO INABALÁVEL

Quando ouvimos o verdadeiro evangelho, de imediato somos, consolados, somos libertos do medo e da culpa, recebemos uma doutrina que nada e ninguém pode nos separar do amor de Cristo. Paulo chamou isso de “Reino Inabalável.”

Por isso, tendo recebido um reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente, com reverência e piedade; HEBREUS. 12: 28.

ESPERAVA A CIDADE QUE TEM FUNDAMENTOS CUJO ARQUITETO E CONSTRUTOR É DEUS

Essa carta aos Hebreus é riquíssima de detalhes a cerca da igreja do senhor, Ele descreve a igreja, comparando-a com a cidade que Abrão anelava ver. Veja que a construção desta cidade, não tem o dedo do homem.

Porque esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus. HEBREUS. 11: 10.

Daí vem à citação do salmista; Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam… SALMOS. 127: 01.

Hoje o que mais se vê, são homens tentando fazer um trabalho que não lhes fora delegado.

REQUISITOS AOS QUE GOVERNAM A IGREJA

Neste ponto apresentaremos algumas características, as quais os que estão diante desta igreja devem ter. Análise e julgue se muitos dos que se vem por ai, tem a capacidade de estar diante dela. Paulo antes de sua morte instrui a seu filho Timóteo com esses requisitos.

NÃO COBIÇOSO… MAS APRAZÍVEL

Timóteo, conduta ilibada diante da igreja…

Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento; 1ª TIMÓTEO. 3:3.

QUE GOVERNE BEM SUA CASA

Timóteo, o exemplo tem que vir, primeiramente do seu lar…

Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia. 1ª TIMÓTEO. 3:4.

CUIDA DE TI MESMO, CUIDE DA DOUTRINA… (Doutrina em graça… haloooo!!!).

Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem. 1ª TIMÓTEO. 4:16.

O cuidado com a doutrina em especial é de fundamental importância, Paulo é explicito; fazendo assim você trará salvação a muitos. Uma informação que saia de nossos lábios, e chega a uma vida sedenta de ouvir esse evangelho, produz salvação de imediato.

REQUISITOS DOUTRINAIS DA VERDADEIRA IGREJA

NÃO LANÇANDO OUTRA VEZ O ARREPENDIMENTO DE OBRAS MORTAS.

No principio deste estudo chamamos a atenção do leitor, a cerca de Cristo realizando a “ultima” ceia. Paulo em sua carta aos Hebreus orienta a igreja a deixar tudo àquilo que Jesus de Nazaré praticou.

Por isso, deixando já os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à perfeição, não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus. HEBREUS. 6:1.

…NÃO LANÇANDO “OUTRA VEZ”… BATISMOS,… IMPOSIÇÃO DE MÃOS,…E JUÍZO ETERNO… SANTA CEIA…

E da doutrina dos batismos, e da imposição das mãos, e da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno. HEBREUS. 6: 2.

Todas estas praticas, são rudimentos. Exemplo; o rudimento da luz elétrica é a vela. Paulo cita estes versos aos Hebreus, não voltem a praticar. …não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas…

O recado é direto, não usem mais a vela, pois vocês já têm luz elétrica.O que vemos dentro das tais chamadas igrejas, é a pratica de obras mortas.

Tudo isso se finda quando Cristo morre na cruz. O que faz o povo hoje com um pedaço de pão e um cálice nas mãos, quando Cristo nossa páscoa já foi celebrada perpetuamente? Ele disse é a ultima, não façam mais.

Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque “Cristo, nossa páscoa”, foi sacrificado por nós. Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade. 1ª CORÍNTIOS. 5: 7, 8.

A LEGITIMIDADE DA IGREJA

…HAVENDO OUVIDO A PALAVRA DA VERDADE,… E HAVENDO CRIDO NELE, FOSTES SELADOS

Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa; EFÉSIOS. 1:13.

Você é igreja do senhor, selada e autenticada por este evangelho.

CONCLUSÃO

A Igreja começou com o derramamento de sangue na cruz, e posteriormente, a ressurreição de Jesus Cristo. Paulo chamou a
Igreja de uma cidade onde Deus mesmo habita, um reino inabalável, um governo. A verdadeira Igreja não prega rudimentos e se caracteriza por ouvir e crer no evangelho. Valorizar o que é a Igreja é não ter em pouca estima o sacrifício perfeito da cruz.

Você é um abençoado!

Para solicitar estudos escreva-nos: estudosparepense@gmail.com

Curta nossas paginas no Facebook:

JH CALQUEOS https://www.facebook.com/JH-Calqueos-267765700080161/

LOUVORES EM GRAÇA – https://www.facebook.com/Louvores-EM-GRA%C3%87A-547150175483721/


Você é nosso visitante número: visitas