31 de agosto de 2017

AS DUAS SEMENTES

PARE E PENSE!!!

“AS DUAS SEMENTES”

No estudo Nº 30 – OS MUITOS Vs. OS TODOS, tivemos a oportunidade de provarmos biblicamente que Cristo morreu na cruz somente para resgatar a seus filhos. Sendo assim, inevitavelmente chegaremos a uma conclusão: sobre esta terra existem duas sementes. Uma foi predestinada à salvação, e a outra à perdição.

Paulo em sua carta aos romanos no capítulo nove divide estas duas sementes, e as qualifica como sendo vasos de misericórdia, preparados para boas obras, e vasos de ira, predestinados à destruição.

Vendo isto de uma forma superficial, pode parecer um absurdo que Deus tenha feito tal coisa. Porém, no decorrer deste estudo, ficará claro para nosso leitor, que Deus é soberano e faz como lhe apraz, não pedindo conselho a ninguém sobre seus atos. Vamos a esta impressionante revelação à luz do evangelho.

VASOS DE HONRA E VASOS DE DESONRA

Logo após a queda do homem no éden, Deus estabelece uma sentença a Eva; De seu ventre sairá duas sementes, as quais irão trazer sérias influências a toda criação.

E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar. GÊNESIS. 3: 15.

Esta inimizade a qual Moisés (o autor deste livro) descreve, não significa algo físico, não é que, um, não pudesse encontrar o outro, com o intuito de se agredirem; não seriam dois povos que viveriam em guerras constantes, mas sim, que haveria uma separação espiritual. Um, jamais irá entrar em acordo com o outro acerca dos assuntos de Deus.

Vejamos outro verso neste livro, que descreve está separação:

E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas, e da sua gordura; e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta. Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o semblante. GÊNESIS. 4: 4, 5.

O que acabamos de ler, demonstra a atuação de Deus em relação as estes dois personagens. São eles, os filhos de Eva, as duas sementes, as quais Deus as separou em seu ventre. Com um simples ato, uma oferta, Deus nos mostra que com uma destas sementes, ele não quer assunto.

DUAS SEMENTES

Paulo, nosso perito arquiteto, escrevendo à igreja de Roma, traz à luz do evangelho, uma revelação espetacular. Ele reafirma a esta igreja, que o ato realizado por Deus no princípio da criação, irá atravessar anos, eras, séculos e tempos, e não há quem possa mudar este decreto.

A religião, por anos, tenta de todas as formas, mudar o caráter de uma má semente, apresentando a estes, uma pregação, que foge por completo daquilo que Deus predestinou, vejam o relato:

Porque, não tendo eles ainda nascido, “nem tendo feito bem ou mal” (para que o propósito de Deus, segundo a eleição, ficasse firme, “não por causa das obras”, mas por aquele que chama), Foi-lhe dito a ela: O maior servirá ao menor. ROMANOS. 9: 11, 12.

Ao analisarmos estes versos, iremos encontrar mais uma vez, a soberania de Deus sobre sua criação: Ainda não haviam nascido; Não tinham feito nem bem e nem mal. Ou seja, aqui não houve mérito algum de ambas as partes. Eu determino que o maior sirva ao menor, e acabou o assunto.

Isso, dentro da cultura judaica, era algo inadmissível pelas leis estabelecidas naquela época; leis estas, dada pelo próprio Deus. O irmão mais velho ou o maior (neste caso eram gêmeos), tinha primazia em tudo; A maior parte da herança, os privilégios de ser servido pelos demais, entre tantas outras ordenanças.
Outro detalhe importante, é que estamos novamente diante da mesma cena que foi estabelecida lá no Éden; uma mulher grávida, com duas crianças em seu ventre, e Deus determinando uma divisão entre eles. No verso vinte desta carta, Paulo corta qualquer tipo de argumento que alguém queira ter sobre está escolha.

Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim? ROMANOS. 9: 20.

Trazendo para uma linguagem popular, a explicação é bem simples: sendo eu o criador de tudo, até mesmo você, fui eu que criei, queres tu questionar-me sobre aquilo que fiz? Eu faço como quero, e não permito que ninguém alterque minhas decisões.

Dentro desta decisão que Deus estabeleceu para com os vasos de ira, ele predestinou a estes realizar seus planos, que a nossos olhos são as más obras. Após estes cumprirem os seus propósitos, ele extingue esta semente da terra, ou seja, ele dá um fim.

E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição; ROMANOS. 9: 22.

Poderá alguém perguntar-nos: Estes irão ao inferno? Não, com a destruição do diabo (HEBREUS 2: 14), ele acabou com o inferno e seus anjos. Esta má semente, simplesmente deixa de existir. Já para com a outra parte, os vasos de honra, ele dispensa toda sua misericórdia, e neles espelha a sua glória.

Para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória já dantes preparou, ROMANOS. 9: 23.

Como saberei quem são? Não nos foi dada esta prerrogativa, portanto não julgue a ninguém. Um vaso de ira pode ter um aparente comportamento, tido como bom para a sociedade. Da mesma forma, um vaso de misericórdia, pode ser uma tremenda dor de cabeça para quem estiver ao lado.

Aqui não entra comportamento humano, Deus escolheu, separou para filho, e não há quem mude isso com argumentos teológicos ou filosóficos.

A maior prova disto foram os ladrões na cruz. Ambos eram ladrões, mas um era filho, pagou com a vida seus crimes, porém sendo uma boa semente, foi ao paraíso com o Pai.

Pode alguém aqui, utilizar o argumento que ele se arrependeu, e assim herdou salvação. Não funciona desta forma, os versos seguintes mostrarão que um vaso de ira, jamais se arrepende de seus atos, e nem muito menos entende o que é plano de salvação.

E para que sejamos livres de homens e “maus e perversos”; porque “a fé não é de todos”. 2ª TESSALONICENSES 3:2

Aí está uma séria advertência. Você pode pregar, explicar, mostrar por todos os meios e circunstâncias a verdade do evangelho, se este não for um filho, jamais entenderá as coisas de Deus, “por que a fé não é de todos”. Este assunto é só para seus escolhidos.

Voltando a Romanos, Paulo deixa claro que em alguns, o Espírito de Deus não habita neles; são ocos, homens errantes, cumprindo sua missão.

Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. ROMANOS 8:9

Podem estar ao teu lado, com uma palavra na boca semelhante a tua, mas, se não são dele, Deus não lhes trata como filhos.

DUAS SEMENTES NOS LIVROS HISTÓRICOS

De certa feita, estando Jesus no templo, alguns se aproximando dele o interpelaram sobre sua autoridade divina, este por sua vez, não se esquiva de dar-lhes uma resposta direta e dura.

Rodearam-no, pois, os judeus, e disseram-lhe: Até quando terás a nossa alma suspensa? Se tu és o Cristo, dize-no-lo abertamente. Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo tenho dito, e não o credes. As obras que eu faço, em nome de meu Pai, essas testificam de mim. Mas vós não credes porque não sois das minhas ovelhas, como já vo-lo tenho dito. JOÃO 10: 24-26.

Não tenho que provar nada a vocês. Se não crêem nas obras que eu faço, por ventura irão crer ser eu o Cristo? E ademais, nem do meu redil sois; vocês não são meus filhos, não tenho que lhes dar nenhuma explicação.

E em outra ocasião, Jesus abre o verbo e lança no rosto deles, de que natureza eram, pois estes o questionavam a todo tempo.

Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. JOÃO. 8: 44.

Vós sois da má semente, vosso pai vem de lá (do Éden), assim como vocês. Desde o princípio da criação, são homicidas, mentirosos e não querem saber da verdade, e nem o podem, pois eu os criei assim.

Certo dia, Jesus falando para alguns que o seguiam, em dado momento lhes faz uma seria advertência:

Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, “mas, interiormente”, são lobos devoradores. MATEUS. 7: 15.

Cuidem-se, prestem bem atenção a quem está à tua volta. Eles têm uma bela palavra, se vestem bem, estão cheios de homilias, hermenêuticas, exegeses, teologias… porém não serve… Heloooooo!!!

São lobos vestidos de ovelhas, são vasos de ira, são da má semente.
Notem como Jesus os desqualifica e lhes dita sentença:

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. “Muitos me dirão naquele dia”: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: “Nunca vos conheci”; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade. MATEUS. 7: 21 – 23.

DUAS SEMENTES NAS ESCRITURAS

Um dos versos mais contundentes, mostrando a soberania de Deus sobre aqueles que ele escolheu e tomou para serem seus filhos, está escrito no livro do profeta Isaías.

Ouvi-me, ó casa de Jacó, e todo o restante da casa de Israel; vós a quem trouxe nos braços desde o ventre, e sois levados desde a madre. ISAÍAS. 46: 3.

Está claro isso? Ele nos trouxe desde o ventre, e no verso seguinte completa:

E até à velhice eu serei o mesmo, e ainda até às cãs eu vos carregarei; eu vos fiz, e eu vos levarei, e eu vos trarei, e vos livrarei. ISAÍAS. 46: 4.

Eu fiz, eu criei, eu levarei, eu suportarei.., eu.. eu… eu… Deus é soberano e ele não divide sua soberania com ninguém. É meu e não aceito intermediários. Da mesma forma é com a má semente; criei com um propósito e não se metam nisso.

O verso a seguir, joga por terra esse assunto de: você tem que se converter, tem que aceitar Jesus para garantir sua salvação. Não… isso jamais ocorrerá!

Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; “mas os ímpios procederão impiamente”, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão. DANIEL. 12: 10.

Um ímpio sempre seguirá sendo ímpio, ele jamais entenderá a verdade do evangelho, ele jamais se associará com as coisas de Deus. Podem fazê-lo levantar a mão, podem dar-lhe um banho e chamarem isso de batismo, podem mudar seus trajes, sua conduta diária, mas este não foi escolhido.

Já uma ovelha, essa escuta a voz do bom pastor, pode estar onde estiver em qualquer condição que esteja, sendo um filho, jamais se perderá.

Assim como Isaías declarou, que os escolhidos do Senhor vêm desde o ventre, Davi também confirma o mesmo em relação à má semente:

Alienam-se os ímpios desde a madre; “andam errados desde que nasceram”, falando mentiras. SALMOS. 58: 3.

Detalhe: ninguém concerta isto, Deus criou assim, e desta forma terão o seu fim. Salomão o homem mais sábio sobre a face desta terra, identificou esta má semente e reconheceu o propósito de Deus com estes.

O Senhor fez todas as coisas “para atender aos seus próprios desígnios”, até “o ímpio para o dia do mal”. PROVÉRBIOS. 16: 4.

Deus não está a fazer mais nada; ele não está salvando almas; ele não está em busca de vidas. Deus está em seu repouso, pois tudo ele já criou e determinou em seu propósito eterno.

CONCLUSÃO

Ninguém escolhe de que semente quer ser, Deus em sua sabedoria e infinita soberania criou estas duas sementes, para que nelas demonstrasse o seu poder. O que aqui estamos apresentando, não é um equívoco doutrinal, isto não é uma invenção humana. Há evidências claras que estas sementes estão aqui, e ambas andam lado a lado, aguardando o dia em que Deus mesmo as separará para sempre.

Paulo, em sua carta aos romanos, descreve que aqueles que ele escolheu, para serem suas boas sementes, são sua imagem e semelhança, e estes, já estão salvos, justificados, livres do pecado, são mais que vencedores e aguardam somente a glorificação de seus corpos mortais.

Porque “os que dantes conheceu” também “os predestinou para” serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou. ROMANOS. 8: 29, 30.

Deus faz como ele quer, e ninguém pode dizer que de sua parte há injustiça, pois ele é um Deus soberano. A segurança é que nós somos dele e fomos escolhidos para as boas obras preparadas de antemão.

Você é um abençoado!!!!

Para solicitar estudos escreva-nos: estudosparepense@gmail.com

Curta nossas páginas no Facebook:

JH CALQUEOS https://www.facebook.com/JH-Calqueos-267765700080161/

LOUVORES EM GRAÇA – https://www.facebook.com/Louvores-EM-GRA%C3%87A-547150175483721/


Você é nosso visitante número: visitas