5 de agosto de 2017

HOMENS MAUS E PERVERSOS

PARE E PENSE!!!

HOMENS MAUS E PERVERSOS

Finalmente, irmãos, orai por nós, para que a palavra do Senhor se propague e seja glorificada. Como também o é entre vós, e para que sejamos livres de homens perversos e maus; porque a fé não é de todos. II TESSALONICENSES. 03: 01 – 02.

Dentro do chamado contesto Cristão, se crê fielmente que o Apostolo Paulo, Pedro e os demais andavam lado a lado, eram companheiros de milícias e comungavam do mesmo espírito.

Porém no verso acima, vemos um rogo por parte do apostolo a igreja de Tessalônica, orem por mim, pois a perseguição é covarde e cruel.

O estudo ao qual iremos dissertar tem por finalidade, identificar estes homens a quem Paulo os chama de perversos e maus. O verso a seguir demonstra claramente a missão de Deus dada a Paulo, a Pedro, e aos demais. Eles respeitaram esse decreto? Vamos às evidencias bíblicas!

E, quanto àqueles que pareciam ser alguma coisa (quais tenham sido noutro tempo, nada me importa; Deus não aceita a aparência do homem), esses, digo, que pareciam ser alguma coisa, nada me comunicaram; Antes, pelo contrário, quando viram que o evangelho da incircuncisão me estava confiado, como a Pedro o da circuncisão (Porque aquele que operou eficazmente em Pedro para o apostolado da circuncisão, esse operou também em mim com eficácia para com os gentios), GÁLATAS. 2: 6 – 8.

No principio de seu apostolado, Paulo senta com estes homens e lhes expõe sua missão:

Depois, passados três anos, fui a Jerusalém para ver a Pedro, e fiquei com ele quinze dias. E não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor. GÁLATAS. 1: 18, 19.

Mais uma vez ele é firme em lhes explicar seu chamado para que não houvesse duvidas entre eles:

Depois, passados catorze anos, subi outra vez a Jerusalém com Barnabé, levando também comigo Tito. E subi por uma revelação, e lhes expus o evangelho, que prego entre os gentios, e particularmente aos que estavam em estima; para que de maneira alguma não corresse ou não tivesse corrido em vão. GÁLATAS. 2: 1, 2.

O texto a seguir, deixa claro que um acordo foi fechado entre eles, chegam a dar as mãos, para selarem o que ali foi discutido:

E conhecendo Tiago, Cefas e João, que eram considerados como as colunas, a graça que me havia sido dada, deram-nos as destras, em comunhão comigo e com Barnabé, para que nós fôssemos aos gentios, e eles à circuncisão; GÁLATAS. 2: 9.

Porém o que vamos retratar a seguir esclarece que estes homens nunca respeitaram esse acordo, e mais perseguiam e buscavam a todo tempo, desestabilizar o apostolado de Paulo. Vejamos um pronunciamento de Pedro no concilio de Jerusalém, ali se discutia as praticas implantada por Paulo em divulgar o evangelho da Graça.

E havendo grande discussão, levantou-se Pedro e disse-lhes: Irmãos, bem sabeis que já há muito tempo Deus me elegeu dentre vós, para que os gentios ouvissem da minha boca a palavra do evangelho e cressem.

E Deus, que conhece os corações, testemunhou a favor deles, dando-lhes o Espírito Santo, assim como a nós; e não fez distinção alguma entre eles e nós, purificando os seus corações pela fé. Agora, pois, por que tentais a Deus, “pondo sobre a cerviz dos discípulos um jugo” que nem nossos pais nem nós pudemos suportar? ATOS. 15: 07 – 10.

Neste ponto já vemos a primeira contradição de Pedro, a pouco mostramos claramente que o assunto de Pedro é com Judeu, e não com os gentios.

Vejam que sua declaração no concilio é contra a obrigar aos gentios cumprir aos mandamentos da lei, mas Paulo quando chega a Antioquia, surpreende a Pedro obrigando aos gentios se judaizarem.

Mas, quando vi que não andavam retamente conforme a verdade do evangelho, disse a Cefas perante todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como os judeus, “como é que obrigas os gentios a viverem como judeus?” GÁLATAS. 02: 14.

O descaramento de Pedro é tão grande que ele queria circuncidar a Tito, (filho na fé de Paulo). Tito é um grego recém-convertido à graça de Deus, e se tornará um dos Pastores, ao qual Paulo habilitará para pregar o evangelho da graça.

Mas nem mesmo Tito, que estava comigo, embora sendo grego, foi constrangido a circuncidar-se; e isto por causa dos falsos irmãos intrusos, os quais furtivamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos escravizar; aos quais nem ainda por uma hora cedemos em sujeição, para que a verdade do evangelho permanecesse entre vós. GÁLATAS. 02: 03 – 05.

A indignação de Paulo com esta situação torna-se notória quando ele corrige a igreja: Insensatos, quem fez a cabeça de vocês, quem vos enfeitiçou? Quem procura vos desviar da verdade de Deus?

Ó insensatos Gálatas! quem vos fascinou a vós, ante cujos olhos foi representado Jesus Cristo como crucificado? Só isto quero saber de vós: Foi por obras da lei que recebestes o Espírito, ou pelo ouvir com fé?

Sois vós tão insensatos? tendo começado pelo Espírito, é pela carne que agora acabareis? Será que padecestes tantas coisas em vão? Se é que isso foi em vão. Aquele, pois que vos dá o Espírito, e que opera milagres entre vós, acaso o faz pelas obras da lei, ou pelo ouvir com fé?
GÁLATAS. 03: 01 – 05.

Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou da graça de Cristo, para outro evangelho; o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo.
GÁLATAS. 02: 03 – 05.

Para a liberdade Cristo nos libertou; permanecei, pois, firmes e não vos dobreis novamente a um jugo de escravidão. Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará.

E de novo testifico a todo homem que se deixa circuncidar, que está obrigado a guardar toda a lei. Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça decaístes. Nós, entretanto, pelo Espírito aguardamos a esperança da justiça que provém da fé. GÁLATAS. 05: 01 – 04.

A guerra está declarada, definitivamente estes homens não darão trégua ao ministério de Paulo, ele sabe que sua luta será árdua em divulgar o evangelho de Deus, as cidades a serem evangelizadas são muitas, as distancias são enormes, não havia meios de transportes modernos, as condições eram precárias. Nenhuma infra-estrutura existia para que o apostolo pudesse divulgar com maior facilidade a graça de Deus.

Paulo instituía igrejas colocava pastores, e ia para outras cidades, quando tinha a oportunidade de voltar, encontrava as igrejas metidas numa mescla de cristianismo com judaísmo, era então necessário recomeçar tudo de novo. A pouco pudemos constatar o que ocorreu na igreja da Galácia.
Veja a advertência que ele traz a igreja de Coríntios:

Porque, se alguém vem e vos prega “outro Jesus” que nós não temos pregado, ou se recebeis “outro espírito” que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, de boa mente o suportais! Ora, julgo que em nada tenho sido inferior aos mais excelentes apóstolos. Pois ainda que seja rude na palavra, não o sou, contudo na ciência; antes, por todos os modos, isto vos temos demonstrado em tudo. II CORÍNTIOS. 11: 04 – 06.

Aqui há duas citações importantes, Paulo declara “outro Jesus”, “outro espírito…” Os então apóstolos da circuncisão não querem largar à figura do Nazareno, quando Paulo fala em outro espírito esta se referindo ao ensino da lei. Ao trazerem o ensino Mosaico para o seio da igreja, eles introduzem um espírito de condenação, uma doutrina de escravidão. Paulo tem uma missão: Apresentar para a igreja o ressuscitado, e nele não há mais condenações.

Se alguém ensina alguma doutrina diversa, e não se conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, é soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, injúrias, suspeitas maliciosas, disputas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade é fonte de lucro; aparta-te dos tais. 1ª TIMÓTEO. 6: 5.

Vejam a advertência do apóstolo em relação aos da circuncisão: “O que estes homens pregam tem o poder de transtornar casas inteiras”.

Porque há muitos insubordinados, faladores vãos, e enganadores, “especialmente os da circuncisão”, aos quais é preciso “tapar a boca”; porque “transtornam casas inteiras” ensinando o que não convém, por torpe ganância. TITO. 01: 04 -11.

A batalha torna-se desumana e cruel, não demora muito e Paulo passa a sentir em sua própria carne os efeitos de tão árdua luta.

Agora me regozijo no meio dos meus sofrimentos por vós, e cumpro na “minha carne” o que resta das aflições de Cristo, por amor do seu corpo, que é a igreja. COLOSSENSES. 01: 24.

Paulo em determinado ponto de seu apostolado, identifica que não poderá contra esses homens, ele entende que sua parte já fez; Escreveu suas 14 cartas e pôs o fundamento , para que “O Outro” edificasse a igreja do Senhor.

Segundo a graça de Deus que me foi dada, lancei eu como sábio construtor, o fundamento, e “outro” edifica sobre ele; mas veja cada um como sobre-edifica sobre ele. Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.
I CORÍNTIOS. 03: 10 – 11.

Eu sei que depois da minha partida entrarão no meio de vós lobos cruéis que não pouparão rebanho, e que dentre vós mesmos se levantarão homens, falando coisas perversas para atrair os discípulos após si. Portanto vigiai, lembrando-vos de que por três anos não cessei noite e dia de admoestar com lágrimas a cada um de vós. Agora pois, vos encomendo a Deus e à palavra da sua graça, àquele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os que são santificados.
ATOS. 20: 16 – 35.

Ao dirigir sua carta à igreja de Tessalônica Paulo reforça a profecia do que irá ocorrer logo após sua partida, ele bem sabe que Pedro irá dominar tudo de forma covarde e cruel. O apostolo o qualifica como iníquo, um filho de perdição, o homem de pecado. Ele já prevê a instituição daquilo que conhecemos nos dias de hoje como sendo o Vaticano. Em Roma se estabeleceu o mistério da iniqüidade, lá até o dia de hoje se encontra os fundamentos deste falso evangelho pregado por Pedro, este homem torna-se o primeiro papa da historia.

O alerta é mais detalhado, o apostolo fala da apostasia que tomaria conta da igreja, ele adverte no tocante à volta do Senhor deixa bem claro a todos: “Não é para agora, ele não voltará por este tempo”. Não se deixe enganar, pois eles escreverão suas encíclicas; Chegarão ao ponto de imitar meu modo de escrever.

Ora, quanto à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo e à nossa reunião com ele, rogamos-vos, irmãos, que não vos movais facilmente do vosso modo de pensar, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola como enviada de nós, como se o dia do Senhor estivesse já perto.

Ninguém de modo algum vos engane; porque isto não sucederá sem que venha primeiro a apostasia e seja revelado o homem do pecado, o filho da perdição, aquele que se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus ou é objeto de adoração, de sorte que se assenta no santuário de Deus, apresentando-se como Deus. Não vos lembrais de que eu vos dizia estas coisas quando ainda estava convosco?

E agora vós sabeis o que o detém para que a seu próprio tempo seja revelado. Pois o mistério da iniqüidade já opera; somente há um que agora o detém até que seja posto fora; e então será revelado esse iníquo, a quem o Senhor Jesus matará como o sopro de sua boca e destruirá com a manifestação da sua vinda; a esse iníquo cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás com todo o poder e sinais e prodígios de mentira.
II TESSALONICENSES. 02: 01 – 09.

Para as igrejas da Galácia ele também deixa seu alerta; Todos aqueles que pregam outro evangelho diferente do meu, tenham a estes como a malditos.

Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema. GÁLATAS. 01: 08.

Para a igreja de Corinto sua orientação é para que não façam nenhum julgamento, pois isto seria trabalho do próprio Deus e há seu tempo.

Portanto nada julgueis antes do tempo, até que venha o Senhor, o qual não só trará à luz as coisas ocultas das trevas, mas também manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o seu louvor. I CORÍNTIOS. 04: 05.

Para a igreja de Roma ele deixa claro que o julgamento de Deus viria por intermédio de Jesus Cristo, e este utilizaria o evangelho dado a ele.

No dia em que Deus há de julgar os segredos dos homens, por Cristo Jesus, “segundo o meu evangelho.” ROMANOS. 02: 16.

Isto é um consolo para a amada do Senhor, pois Paulo sabe que Pedro e sua corja de lobos, iriam procurar escravizar a igreja com suas pregações carnais. Ele tem consciência que estes sempre estariam colocando a todos em debito com Deus.

Não é o caso do evangelho pregado por Paulo onde sempre apresentou todo homem perfeito diante de Deus, Paulo respeitava a amada do senhor ele bem sabia que Deus mesmo a resgatou com seu próprio sangue.

Vós, maridos, amai a vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, a fim de a santificar, tendo-a purificado com a lavagem da água, pela palavra, para apresentá-la a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem qualquer coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. EFÉSIOS. 05: 25 – 27.

Paulo ciente que sua missão já estava prestes a se findar deixa um alento a toda igreja na face da terra. Irão me calar, mas “outro” virá a edificar, o meu trabalho de construtor está se findando, mas as bases do alicerce para a igreja do Senhor ser edificada já foi lançado, e ninguém jamais poderá mudar isso, você é um abençoado!

Ora, àquele que é poderoso para vos confirmar segundo o meu evangelho e a pregação de Jesus Cristo, conforme a revelação do mistério que desde tempos eternos esteve oculto, ROMANOS. 16: 25.

Para solicitar estudos escreva-nos: estudosparepense@gmail.com

Curta nossas paginas no Facebook:

JH CALQUEOS https://www.facebook.com/JH-Calqueos-267765700080161/

LOUVORES EM GRAÇA – https://www.facebook.com/Louvores-EM-GRA%C3%87A-547150175483721/


Você é nosso visitante número: visitas