27 de agosto de 2017

TODO O BEM QUE ESTÁ EM VÓS

PARE E PENSE!!!

“TODO O BEM QUE ESTÁ EM VÓS”

Ainda que estejamos neste corpo de carne, cada cristão deve conhecer, todo o bem que está dentro de si, para que possas reinar em vida. Por diversas vezes em suas cartas, o apostolo Paulo cita a luta diária que temos com essas duas naturezas (carnal e espiritual). Através deste estudo iremos revelar, todo o bem que habita em nós, isentando sua consciência de culpas e traumas, causados pela religião.

QUAL É ESSE BEM QUE ESTÁ DENTRO DE VÓS?

Na carta direcionada a Filemom, Paulo cita que em nós (em nosso espírito) habita todo o bem.

Para que a comunicação da tua fé seja eficaz no conhecimento de “todo o bem que em vós há” por Cristo Jesus. FILEMOM. 1: 6.

Escrevendo aos de Roma ele cita; O bem quero fazer, esse não faço (ROMANOS.7: 14 -22), em teu espirito está toda a bondade de Deus.

Aos de Colossos o apostolo afirma; Cristo já está em vós.

Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é “Cristo em vós”, esperança da glória; COLOSSENSES. 1: 27.

Somos um com o senhor, Cristo ao sacrificar-se na cruz do calvário, nos uniu em um casamento eterno.

Mas o que se une ao Senhor um espírito é com ele.
1ª CORÍNTIOS. 6: 17.

Portanto; embora andemos em um corpo de debilidade, temos a excelência de Deus habitando em nosso espírito. O apostolo qualifica esta dadiva, como a um tesouro, depositado em um vaso de barro.

Temos, porém, “este tesouro” em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós. 2ª CORÍNTIOS. 4: 7.

Você é um representante do próprio Cristo nesta terra, pois estais cheio de todo bem, de toda sabedoria e de toda sua excelência.

Sempre por todas as partes levando a morte de Jesus, para que também “a vida de Jesus se manifeste em nossos corpos”. 2ª CORÍNTIOS. 4: 10.

POR QUE NÃO TE CONHECEMOS SEGUNDO A CARNE?

Quando Cristo morre na cruz do calvário, foi estabelecido alguns decretos e estes perpétuos. Um deles é que a partir deste evento, não poderíamos conhecer a mais ninguém segundo a carne, nem a ele mesmo.

Assim que daqui por diante “a ninguém” conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo agora “já não o conhecemos deste modo”. 2ª CORÍNTIOS. 5: 16.

Aqui o apostolo trata de dividir nossas duas naturezas. Se em nosso espirito habita todo o bem, da mesma forma o mal está em nossa carne. Somos espíritos vestidos de carne, não podemos mirar o externo mas sim, ter os olhos naquilo que ele com uma única oferta, aperfeiçoou para sempre.

Porque com uma só oferta “aperfeiçoou para sempre” aos santificados. HEBREUS. 10: 14.

Veja sua advertência a igreja de Roma; Tire os olhos de minha carne, aqui vocês não encontrarão bem algum.

Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, “não habita bem algum”; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. ROMANOS. 7: 18.

Um dos erros mais clamorosos dentro dos lugares chamado igreja; é querer fazer com que as pessoas mudem sua natureza humana. O apostolo cita que entrar por este caminho, te leva a morte (não física, mas a uma morte do viver diário, não reinas, vives em má consciência, sente-se em culpa todo o tempo) e o mais grave; por mais que tentes, reverter esse quadro você nunca irá agradar a Deus. Ele não tem assunto com carne, o tratar com seus filhos é em espírito.

Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. ROMANOS. 8: 6 – 15.

Paulo buscando se esquadrinhar acerca de suas atitudes carnais, chega a conclusões importantíssimas; ele em si encontra duas leis. Uma que estava em sua carne, e a outra em seu espirito. Note que é uma lei, isso foi estabelecido pelo próprio Deus, você não teve participação alguma sobre isso, está estabelecido; em sua carne está o mal, e em seu espirito habita o bem.

Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo. Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; ROMANOS. 7: 21, 22.

POR QUE NÃO IMPOMOS AS MÃOS NESTE PACTO?

Após identificarmos a necessidade de separarmos nossas naturezas, chegamos a um ponto importante que irá aclarar a muitos.
Impor mãos, orar por pessoas, batizar, querer consertar carne, é um algo que não se aplica mais neste pacto, isso é perca de tempo é querer iludir a si mesmo. Deus jamais irá consertar, aquilo que ele mesmo criou danificado.

Por isso, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à perfeição, “não lançando de novo” o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus, E da “doutrina dos batismos”, e da “imposição das mãos”, e da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno. HEBREUS. 6: 1, 2.

No verso acima a advertência do apostolo é categórica; deixem de fazer aquilo que Jesus de Nazaré fez, ele veio cumprir a lei, ele era Judeu, Jesus não foi cristão. Ser cristão significa a ausência de obras, o fazer não se aplica mais a este pacto. TUDO CONSUMADO ESTÁ.

Teus olhos devem estar postos naquele que ressuscitou dentre os mortos, você pertence ao “outro”, se pretendes continuares a mirar ao loiro da galileia, (se é que era loiro), saiba que nunca darás frutos para Deus.

Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais de “outro”, “daquele que ressuscitou dentre os mortos”, a fim de que demos fruto para Deus. ROMANOS. 7: 4.

Que devo então fazer, para conduzir-me neste vaso de barro o qual leva meu tesouro? Confessar! Este é um pacto de boca, aqui não cabe mais as obras, é crer que tudo está feito, encha-se deste conhecimento e fale audivelmente a teu anjo e a teu corpo; tudo está bem, tudo colabora para o meu bem, Deus tem tudo em seu controle.

E temos portanto o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri, por isso falei; nós cremos também, por isso também falamos. 2ª CORÍNTIOS. 4: 13 .

CONCLUSÃO

A obra perfeita do sacrifício da cruz, nos fez perfeitos para sempre, não te vejas mais em culpa, não se condene, Deus te fez assim; carne e espirito. Em ti habita o bem e o mal, Paulo clamando ao Pai que lhe tirasse seus espinhos da carne teve como resposta; MINHA GRAÇA TE BASTA.

Você está exposto a um conhecimento, que tem a propriedade de te guiar em aguas tranquilas, viva na graça de Deus, e desfrute dos melhores dias, você é um abençoado!!!

Para solicitar estudos escreva-nos: estudosparepense@gmail.com

Curta nossas páginas no Facebook:

JH CALQUEOS https://www.facebook.com/JH-Calqueos-267765700080161/

LOUVORES EM GRAÇA – https://www.facebook.com/Louvores-EM-GRA%C3%87A-547150175483721/


Você é nosso visitante número: visitas